31/10/2008

Investimentos na Via Permanente passam de R$ 20 milhões

Com 11 anos de concessão a Ferrovia Tereza Cristina, operadora ferroviária atuante no Sul do Estado de Santa Catarina, busca manter a eficiência deste modal, e para isso intensifica a cada ano os investimentos na Via Permanente. Mais de 20 milhões foram aplicados na malha e somente em 2008 os valores já passam de 1,5 milhão. O trecho que compreende Imbituba até a região de Siderópolis passa por vistorias constantes e por uma manutenção cíclica que visa à recuperação e manutenção da malha.

Além deste trabalho, são realizadas melhorias nas passagens em nível (PN) ativa e passiva para proporcionar maior segurança ao transporte e aos veículos e pedestres que a transpõem. A passagem em nível passiva, localizada entre Morro Grande e Esplanada é um dos exemplos, recebeu tubos que além de disciplinarem os limites da PN, possuem uma pintura amarela bastante chamativa. “Para a sinalização noturna foram instalados linhas de tachões refletivos, colados nos tubos, o que permite maior visualização”, enfatiza o gerente de Via Permanente Jairo Pessoa Guimarães.

O entorno da passagem também ganhou cara nova com o plantio de grama e uma significativa melhora do sistema de drenagem das águas pluviais, evitando que escorram sobre e ao longo da linha.

A visão da histórica Estação de Esplanada também mudou. O lastro foi substituído e o trecho passou por uma manutenção para certificar condições seguras da linha.

Ao longo desses 11 anos de administração, a FTC vem mudando a cara de toda extensão da malha ferroviária. Dentro de uma programação anual, realiza trabalhos que visam à preservação da faixa de domínio e a harmonia entre a comunidade e a linha férrea.

Mutirões de limpeza

O trabalho de preservação da linha férrea é ampliado com os mutirões realizados constantemente por voluntários da FTC. A conscientização das comunidades lindeiras é outro ponto trabalhado fortemente pela empresa. Além de provocar acidentes no tráfego de trens, o lixo acumulado ao longo da malha traz doenças e atrai insetos.

Fonte: Comunicação FTC

LEIA TAMBÉM

03/08/2012

Governo de SC discute duplicação de rodovias e construção de ferrovias

. . .

05/11/2003

Ferrovia Tereza Cristina promove Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho

. . .

11/11/2005

Acervo do Museu Ferroviário recebe nova locomotiva

. . .