31/08/2021

Engie oficializa venda do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda

Empresa informou ter assinado contrato com a Fram Capital nesta segunda-feira


A administração da Engie Brasil Energia assinou nesta segunda (30) o contrato de venda do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, localizado em Capivari de Baixo. A venda foi feita à Diamante Holding, controlada da Fram Capital, por até R$ 325 milhões, informou a empresa.

A transação ocorre seis meses após o início do período de exclusividade concedido à Fram Capital para o processo. O preço de aquisição de 100% da participação acionária da empresa controlada Diamante Geração de Energia, detentora do CTJL, será de até R$ 325 milhões, sendo que R$ 210 milhões serão pagos no fechamento da operação e R$ 115 milhões estão sujeitos ao cumprimento de determinadas condições previstas no Quota Purchase and Sale Agreement (QPA).

“A venda do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda possibilitará uma transição gradual para a economia da região Sul de Santa Catarina, reduzindo potenciais impactos socioeconômicos locais quando comparada a um processo de descontinuidade das operações”, disse Eduardo Sattamini, diretor-presidente e de Relações com Investidores da Engie Brasil Energia. A transação ainda requer cerca de 60 dias para ser concluída, informou a empresa.


Atualmente, aproximadamente 90% da matriz da ENGIE no Brasil é renovável, proveniente de fontes de geração hidrelétrica, eólica, solar e biomassa. “O processo gradual de descarbonização do portfólio da ENGIE no Brasil está alinhado à estratégia global de acelerar a transição para uma economia neutra em carbono, direcionando investimentos para geração renovável e infraestrutura”, afirmou o Presidente do Conselho da Companhia e CEO da ENGIE no Brasil, Maurício Bähr.


Além da assinatura do contrato de venda do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, a Companhia também está recebendo propostas para a venda da Usina Termelétrica Pampa Sul, térmica a carvão situada no Rio Grande do Sul.


Sobre o Complexo Termelétrico Jorge Lacerda:

Localização: Capivari de Baixo (SC)
Capacidade total instalada: 857 MW
* 3 usinas e 7 unidades geradoras de energia:


* Unidade Termelétrica Lacerda A (UTLA)
2 unidades de 50 MW cada
2 unidades de 66 MW cada
Capacidade instalada: 232 MW


* Unidade Termelétrica Lacerda B (UTLB)
2 unidades de 131 MW cada
Capacidade instalada: 262 MW


* Unidade Termelétrica Lacerda C (UTLC)
1 unidade de 363 MW


– 320 empregados diretos
– 614 empregados terceirizados
– 600 empregados temporários nos períodos das revisões (três meses)


Certificações:
– ISO 9001 – Gestão da Qualidade (2004)
– ISO 14001- Gestão do Meio Ambiente (2004)
– ISO 50001 – Eficiência Energética (2014)
– OHSAS 18001 – Segurança e saúde do trabalho (2010)
– ISSO 37001 – Gestão Antissuborno (2020)


Sobre a ENGIE

No Brasil, a ENGIE é a maior empresa privada de energia do País, atuando em geração, comercialização e transmissão de energia elétrica, transporte de gás e soluções energéticas. Com capacidade instalada própria de 10.798MW em 72 usinas, o que representa cerca de 6% da capacidade nacional. A empresa possui quase 90% de sua capacidade instalada proveniente de fontes renováveis e com baixas emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), como usinas hidrelétricas, eólicas, solares e a biomassa.


Além disso, a ENGIE está entre as maiores empresas em geração fotovoltaica distribuída e possui um portfólio completo em soluções integradas responsáveis por reduzir custos e melhorar infraestruturas para empresas e cidades, como eficiência energética, iluminação pública, monitoramento e gestão de energia. Contando com 3 mil colaboradores, a ENGIE teve no país em 2020 um faturamento de R$ 13,3 bilhões.


LEIA TAMBÉM

16/12/2011

Papai Noel ferroviário emociona sul do Estado

. . .

15/07/2009

Cabotagem: nova opção de logística é reforçada para empresários da região

. . .

24/03/2014

ANTF participa de missão promovida pela USTDA

. . .