20/06/2006

Alunos de Criciúma recebem orientações do Programa Paz na Linha

Estudantes da quarta série do Ensino Fundamental, da escola Serafina Milioli Pescador, do bairro Operária Nova, visitaram, ontem (19 de junho), a Estação Paz Ferreira, em Criciúma, com o objetivo de conhecer melhor a Ferrovia Tereza Cristina. A visita faz parte do projeto “Casa Aberta”, que visa à aproximação da FTC com a comunidade e integra também as ações do programa Paz na Linha, que tem como objetivo conscientizar a comunidade quanto a medidas de segurança que devem ser adotadas para evitar acidentes na linha férrea.

Além das orientações do programa de segurança, os trinta e cinco alunos conheceram a estrutura da estação, as locomotivas e os vagões, o sistema operacional, e divididos em grupos puderam dar uma volta em um auto de linha, um carro adaptado aos trilhos, que percorre a linha periodicamente para a manutenção dos trechos.

Amanhã (21 de junho) será realizada outra palestra do Programa Paz na Linha, em Criciúma, no Grupo Escolar Eliza Sampaio Rovaris para estudantes de 1ª a 4ª série.

Durante a visita nas escolas, os colaboradores da FTC falam sobre a prevenção de acidentes na via férrea, sobre a história da ferrovia e sua função econômica e social na região. Para reforçar o conteúdo abordado, a empresa lança concursos de redação, para alunos de 5ª a 8ª série, e concursos de desenho para os alunos até a 4ª série do Ensino Fundamental, com o tema voltado para a segurança na linha férrea. Os melhores trabalhos de cada escola serão premiados. “Nosso objetivo ao envolver as escolas, é o de transformar as crianças em multiplicadores das atitudes de segurança”, destaca o técnico de segurança da FTC, Marcelo Batista Cruz.

Segundo ele, atitudes simples podem evitar muitos acidentes. “Não colocar lixo nos trilhos, parar, olhar e escutar antes de cruzar a linha férrea e manter a distância de 6,5 metros ao caminhar próximo à linha são algumas das principais atitudes preventivas”, descreve Marcelo. Ele orienta também para que as pessoas não caminhem sobre os trilhos e não deixem crianças brincarem próximas à linha férrea. “Alguns utilizam a ferrovia como atalho para chegar em casa; bicicletas e motos são vistas freqüentemente nos caminhos ao lado do trilho e dentro da faixa de segurança, isso é errado e perigoso. Os trilhos servem apenas para a passagem dos trens e não podem ser utilizados para outros fins”, ressalta.

No ano passado, o programa Paz na Linha encerrou suas atividades com saldo positivo, tendo levado informações sobre a segurança na linha férrea para cerca de 15 mil motoristas e 15 mil alunos da região. Este ano, o programa continua com a expectativa de atuação em 12 escolas e principais cruzamentos rodoferroviários de nove cidades da região.

Além de descrever e demonstrar ações de segurança, a FTC promove através do Programa Paz na Linha, a distribuição de folhetos e cartilhas educativas em forma de história em quadrinhos para escolas e a comunidade. “O retorno do programa é excelente. Pelas redações e desenhos, sentimos que estamos atingindo nosso objetivo: garantir a segurança através de ações educativas”, comemora Marcelo.

Complementando a interação direta com a comunidade, as informações do Paz na Linha estão disponíveis também em outdoors, na entrada das cidades por onde passa a linha férrea; em campanhas institucionais da empresa em alguns veículos de comunicação e em outras ações pontuais.

O que diz a lei: “Deixar de parar o veículo antes de transpor a linha férrea é infração gravíssima, prevista no Artigo 212 do Código de Trânsito Brasileiro, sujeita a multa e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação”.

Dicas para evitar acidentes: - Antes de cruzar a linha férrea PARE, OLHE, ESCUTE. Respeite as placas de sinalização. - Não cruze a frente de um trem, isso além de caracterizar infração gravíssima, é também perigoso. - Nunca pare ou ande sobre os trilhos. - Estacione os veículos com, no mínimo, 6,5 metros de afastamento da linha férrea. - Não deixe crianças brincarem próximas aos trilhos.

Mais informações: Fernanda Souza Assessoria de Comunicação / Ferrovia Tereza Cristina (48) 3621-7771 / 9921-7147 comunicacao@ftc.com.br

Fonte: Comunicação / FTC

LEIA TAMBÉM

27/05/2021

Ferrovia alerta sobre práticas inadequadas em apoio ao Maio Amarelo

. . .

29/03/2019

Excesso de lixo nas linhas férreas aumenta a proliferação de doenças e insetos

. . .

09/10/2012

FTC apresenta seu Balanço Social

. . .