06/08/2004

FTC faz novo transporte de produtos cerâmicos

Hoje, 06 de agosto, a Ferrovia Tereza Cristina faz novo transporte de revestimentos cerâmicos, para a empresa Pisoforte. Aproximadamente 200 toneladas de produtos saíram às 8:00h da Estação Paz Ferreira, em Criciúma, com destino à exportação pelo Porto de Imbituba. O primeiro carregamento de produtos cerâmicos, realizado em fase piloto para a empresa Eliane, foi concluído ontem com sucesso. O transporte deste tipo de produto é uma alternativa a mais para a FTC, que atualmente realiza apenas o transporte de carvão mineral das minas do sul de Santa Catarina até o Complexo Termelétrico Jorge Lacerda, onde está situada a Tractebel Energia, em Capivari de Baixo (SC). Para o mercado cerâmico, o transporte por via férrea é uma alternativa modal mais segura e eficiente. O transporte de produtos cerâmicos marca uma nova etapa na história da Estrada de Ferro Dona Tereza Cristina que comemora 120 anos em setembro. A malha ferroviária histórica, de 164 quilômetros, está em condições para o tráfego, devido aos trabalhos constantes de manutenção e recuperação da via férrea realizados pela Ferrovia Tereza Cristina - concessionária da malha desde 1997. Em princípio, as viagens com carregamento de produtos cerâmicos serão feitas uma vez ao dia, mas podem ser aumentadas de acordo com a demanda. "Havendo mais aceitação, podemos inclusive adaptar nossos vagões para o transporte de outras cargas", destaca o gerente da Divisão Comercial da FTC, Carlos Augusto Menezes. A experiência piloto com o transporte de produtos destinados à exportação por via férrea está sendo viabilizada pelos recentes investimentos realizados pelo Porto de Imbituba, que permitem que navios de grande porte e longo curso atraquem no local. Se a fase de testes der resultados positivos, a Ferrovia Tereza Cristina iniciará a construção de um terminal ferroviário na área interna do Porto de Imbituba, favorecendo a logística para a exportação. Desde a sua inauguração, em 1º de setembro de 1884, a estrada de ferro tem sido um importante fator de desenvolvimento econômico e social da região, contribuindo para a criação de cidades-pólo, como Tubarão , Criciúma e Urussanga . Hoje, sete anos após o início da administração privada, a FTC é uma empresa reconhecida nacionalmente pela qualidade que oferece no transporte ferroviário de cargas, superando as metas de transporte e de segurança operacional estabelecidas pelo poder concedente. Em menos de uma década, a Ferrovia já acumula dois prêmios nacionais por sua atuação: Melhor Operadora Ferroviária (1998) e Melhor do Transporte Ferroviário de Cargas (2003).

Fonte: Comunicação / FTC

LEIA TAMBÉM

15/10/2018

Engenharia ferroviária é referência para outros setores, diz especialista

. . .

18/12/2008

Papai Noel chega de Trem ao Sul do Estado de SC

. . .

10/07/2009

Estudantes de Içara recebem o Programa Paz na Linha

. . .