08/06/2009

FIESC defende urgência nos investimentos em ferrovias

A Câmara para Assuntos de Transporte e Logística da FIESC realizou, no dia 5/06, reunião para debater a situação das ferrovias em Santa Catarina e apresentar as obras que são estratégicas para o estado. Durante o encontro, coordenado pelo presidente do Sistema FIESC, Alcantaro Corrêa, foi apresentado o atual estágio da execução dos investimentos previstos no Orçamento Geral da União (OGU) e as obras estratégicas para as ferrovias do estado.

Entre as obras ferroviárias consideradas estratégicas estão os contornos ferroviários de Joinville, São Francisco do Sul, Jaraguá do Sul e Guaramirim e a desativação do ramal ferroviário de Tubarão. Outra obra é a revitalização do trecho Mafra-São Francisco do Sul e a construção do anel rodoferroviário que dá acesso ao Porto de São Francisco do Sul. A FIESC também considera fundamental a construção da Ferrovia Litorânea, com trilhos entre Imbituba e Araquari para interligar os portos de Imbituba, Itajaí, São Francisco do Sul, Navegantes e Itapoá, conectando-os ao sistema ferroviário nacional. Outra obra estratégica é a construção da Ferrovia Leste-Oeste, com 610 quilômetros de extensão, que ligará Itajaí ao Oeste de Santa Catarina, e a construção do trecho Leste-Oeste que ligará o Oeste com a Argentina, além da construção do trecho Içara-Porto Alegre.

"O custo menor do transporte ferroviário é fundamental para a competitividade logística de Santa Catarina. Mas precisamos que os projetos saiam do papel com maior velocidade", disse Corrêa, referindo-se ao ritmo da execução dos projetos ferroviários previstos no Orçamento da União.

Dados da comissão mista do orçamento mostram que dos 173,3 milhões previstos para serem investidos no período entre 2003 a 2009 somente 21,2 milhões foram efetivamente pagos.

O superintendente do Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes (Dnit) em Santa Catarina, João José dos Santos, disse que o edital de licitação para o projeto executivo da Ferrovia Leste-Oeste, que ligará Chapecó a Itajaí, será lançado em agosto. O projeto executivo da Ferrovia Litorânea também está em processo de licitação, com perspectivas de em dois meses ser contratada a empresa vencedora. O contrato do contorno de Joinville foi assinado, e em duas semanas deve se iniciar a obra. A obra do contorno de São Francisco do Sul já se iniciou. Serão investidos R$ 24 milhões. E o projeto executivo do contorno de Jaraguá do Sul tem previsão de licitação em agosto de 2009.

Na reunião, também foram realizadas apresentações da América Latina Logística e da Ferrovia Tereza Cristina sobre as operações e perspectivas do transporte ferroviário de cargas em Santa Catarina. Segundo o gerente de inteligência de mercado da América Latina Logística (ALL), Patrick Karlin, em 2009 a concessionária planeja investir cerca de R$ 600 milhões em 50 novas locomotivas, 600 vagões adicionados à frota e reposição de 20 mil toneladas de trilho.

O presidente da Ferrovia Tereza Cristina, Benony Schmitz Filho, disse que o tema ferrovia está voltando para a agenda dos governos. "A ferrovia é o modal do futuro. As rodovias não conseguirão atender às demandas que virão com o crescimento do país. Temos que pensar onde cada modal é mais eficiente", afirmou.

VEJA AS OBRAS ESTRATÉGICAS PARA A INDÚSTRIA

Contornos ferroviários:
Contorno Ferroviário de Joinville Contorno Ferroviário de São Francisco do Sul Contorno Ferroviário de Jaraguá do Sul e Guaramirim

Desativação Desativação do ramal ferroviário que passa pela cidade de Tubarão

Ferrovia Litorânea Imbituba - Araquari (235,6 km), que ligará os portos de imbituba, Itajaí e São Francisco do Sul e incorporar a Ferrovia Tereza Cristina ao Sistema Ferroviário Nacional. Construção do trecho que liga Içara a Porto Alegre

Ferrovia Leste-Oeste Construção do trecho Itajaí-Coronel Freitas (610 km), que ligará Itajaí a Chapecó. E a construção do trecho que ligará o Oeste com a Argentina

Anel Ferroviário Construção do anel rodoferroviário que dá acesso ao Porto de São Francisco do Sul

Revitalização Trecho Mafra-São Francisco do Sul

Fonte: FIESC

LEIA TAMBÉM

01/12/2021

O papel do carvão mineral na transição energética

. . .

28/06/2005

Programa Paz na Linha entrega prêmios em escolas

. . .

11/07/2014

Certificados de excelência: Transporte ferroviário com qualidade

. . .