15/01/2007

Ferrovia promove ação ambiental na Comasa

Colaboradores da Ferrovia Tereza Cristina promovem, nesta quarta-feira (17/01), educação ambiental, distribuição de mudas de plantas e instalação de lixeiras, no bairro Comasa, em Tubarão. O objetivo da ação é complementar os trabalhos de melhorias que foram realizados no local, no final do ano passado, com o apoio da Prefeitura, envolvendo a limpeza das áreas às margens dos trilhos, retirada de lixo, plantio de grama, construção de calçadas, meio-fio, e melhoria dos cruzamentos rodoferroviários do bairro.

O bairro está com um novo aspecto e precisa ser conservado desta forma. “Retiramos cerca de cem caminhões cheios de entulho do local. Nossa intenção é que este acúmulo de lixo não venha a se repetir para o bem da própria comunidade, por isso estamos promovendo esta conscientização”, destaca o engenheiro e analista de meio ambiente da FTC, André Mendonça Guaresi. A ação ocorrerá das 16 às 19 horas e os colaboradores irão fazer visitas de casa em casa, conversando com os moradores sobre os problemas do acúmulo de detritos em locais inadequados.

Segundo Guaresi, o lixo, quando não recebe o tratamento correto, transforma-se em um grande problema sanitário, sendo o abrigo ideal para ratos, baratas e outros animais que podem transmitir várias doenças, como diarréias infecciosas, ameba e parasitoses. “É importante que as pessoas se conscientizem de que lugar de lixo é no lixo”, destaca.

Além de provocar problemas de saúde, quando depositado aos arredores da linha, o lixo pode tirar a visibilidade de motoristas e se estiver sobre os trilhos pode provocar acidentes e o descarrilamento de trens.

Os trabalhos têm o apoio do Centro Comunitário da Comasa, dos Agentes de Saúde da Prefeitura , da Secretaria de Meio Ambiente e Secretaria de Obras de Tubarão.

Fonte: Comunicação / FTC

LEIA TAMBÉM

30/11/2013

No sul do Estado, Papai Noel chega pelos trilhos

. . .

27/08/2018

Empresas com Sistema de Gestão integrado são destaques no mercado

. . .

29/11/2016

Modelos de financiamento são desafio na infraestrutura

. . .